Ortobom investe R$ 70 milhões em complexo com cinco unidades fabris em Simões Filho

A marca Ortobom vai investir R$ 70 milhões para expandir seus negócios na Bahia com a compra de imóvel em Simões Filho, que pertencia à Xerox. De acordo com a empresa, no local já está em funcionamento a fábrica de colchões e serão implantadas mais quatros unidades industriais de EPS (isopor), embalagens plásticas, molas e manta acrílica, com distribuição para todo o Brasil.

Um termo de anuência, assinado na terça-feira (18), pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), permitiu a transação.

-Publicidade-
-Publicidade-

De acordo com a SDE, a Indústria Baiana de Colchões e Espumas assinou protocolo de intenções em abril do ano passado para implantação de uma nova unidade produtiva, após sua antiga fábrica no bairro de Valéria, em Salvador, pegar fogo.

Segundo Fernando Correia, gerente Geral da fábrica da Ortobom na Bahia, no local já existe um espaço de 22 mil m² construído e quando todo o complexo estiver pronto serão 70 mil m² de construção. “Todas as fábricas estarão implementadas em um prazo máximo de dois anos. Para que o projeto funcione, precisaremos de aço, plástico, tecido e tudo isso vai mexer com toda uma cadeia produtiva, criando muitos empregos, além dos 1,5 mil diretos, entre novos e os já existentes, serão gerados mais de 5 mil indiretos”, afirma.