Mais 6,7 mil empresas abriram entre abril e julho na Bahia, afirma Juceb

A pandemia da covid-19 afetou diretamente a economia em todo país, porém, mesmo com este cenário, de abril a julho deste ano, 6.783 novas empresas foram registradas na Bahia. Número 30% maior que as 5.169 encerradas, como aponta a Junta Comercial do Estado (Jucbe), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SDE).

De acordo com a Juceb, no comparativo com o mesmo período de 2019, houve uma queda de 31% no número de fechamento das empresas.

-Publicidade-
-Publicidade-

Assim como nos negócios, a internet foi o meio encontrado para garantir a segurança dos colaboradores e clientes do órgão neste momento. Em junho, a Juceb adotou, como obrigatório em Salvador e Região Metropolitana, a utilização do processo 100% digital para o registro e arquivamento de atos empresariais de todas as naturezas jurídicas.

Segundo Andrea Mendonça, presidente da Juceb, com a medida, o protocolo de processos físicos não é mais feita nos postos de atendimento da de Salvador, Lauro de Freitas e demais municípios da RMS. Todos os serviços relativos ao registro e arquivamento de empresas na Bahia são feitos exclusivamente através do site: www.juceb.ba.gov.br.

“Essa iniciativa garantiu mais comodidade e dinamismo, uma vez que os clientes não precisam mais se dirigir aos postos de atendimento para tais serviços. Através da plataforma digital da Juceb é possível fazer arquivamentos de atos, constituição de empresas com registro automático, entrega de livros contábeis no formato digital, emitir certidões web, fazer consultas e enviar dúvidas através da ferramenta Atende Juceb”, explica Mendonça.