Cerca de 130 mil veículos deverão passar pela BA-099 durante feriadão da Independência

O final de semana será prolongado, devido ao feriado da Independência do Brasil na próxima segunda-feira (7), e com a flexibilização de diversas atividades econômicas durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19) o movimento nas estradas deve ser intenso.

A Concessionária Litoral Norte (CLN) estima que cerca de 130 mil veículos deverão passar pela BA-099 (Estrada do Coco) entre esta sexta-feira (4) e a terça-feira (8), com destino a praias do interior baiano.

-Publicidade-
-Publicidade-

“Estamos com a expectativa de aumento a partir do dia 4 [sexta-feira], com uma circulação de mais de 27 mil carros na via entre 8h e 19h”, explica Daniel Ovalhe, gerente de operações da CLN. Entretanto, o profissional ressalta que o pico de circulação deve ocorrer nos dias 5 [sentido litoral, para ida] com uma expectativa de mais de 28 mil carros passando pela via, e no dia 7 [para o retorno, sentido Lauro de Freitas e Salvador], com uma estimativa de mais de cerca de 29 mil veículos circulando.

Operação especial

Uma operação especial está sendo montada pela CLN para atender à demanda dos próximos dias.

No retorno do feriado, para dar mais fluidez ao trânsito, a CLN poderá fazer a liberação de tráfego pelo acostamento. A ação consiste em liberar o uso do acostamento para tráfego apenas do km 10, na região da Churrascaria Maninho, ao km 8, sentido Salvador mediante sinalização. A utilização do acostamento poderá ocorrer, apenas mediante orientação dos Operadores da Concessionária e sinalização por placas, entre 13h e 19h, no dia 7 de setembro, e entre 6h e 12h, no dia 8, podendo ser postergada ou antecipada, de acordo com o fluxo de veículos.

“A medida é adotada em ocasiões especiais quando há alto fluxo de veículos na rodovia. Para utilizarem o acostamento trafegável, os motoristas contam com a ajuda das equipes da concessionária presentes no local, sinalização e mensagens exibidas em painel de mensagens variáveis (PMV) na rodovia”, explica a concessionária.