Camaçari: maioria dos pacientes do grupo de risco que morreram por conta da covid-19 era diabético

Do início da pandemia até esta segunda-feira (7), Camaçari contabiliza 99 óbitos, como registra boletim da Secretaria de Saúde (Sesau). As mortes se concentram entre pacientes que têm entre 60 e 69 anos, 22 ao todo.

As informações da Sesau revelam que a maioria dos pacientes que eram do grupo de risco ou possuíam alguma doença pré-existente, comorbidade, eram diabéticos. No total, 22 pacientes com diabetes perderam a vida em decorrência da covid-19.

Outras 20 pessoas que vieram a óbito, tinham alguma doença cardiovascular crônica; oito possuíam doenças respiratórias crônicas descompensadas; seis, doenças renais crônicas em estágio avançado; três, portadores de doenças cromossômicas ou estado de fragilidade imunológica e dois, com imunossupressão.

A maioria dos óbitos está entre pessoas do sexo masculino (56) e no distrito da Sede (59).