Empreendedora de Camaçari amplia leque de serviços durante isolamento social

De maneira global, a covid-19 provocou verdadeiros abalos sísmicos no
mercado financeiro de diversos países e paralisou inúmeras atividades
econômicas. Durante os quase cinco meses em que estiveram, praticamente,
fechados, os estabelecimentos precisaram aprender novos caminhos, adotar
diversas estratégias, e se reinventar, tudo isso, a fim de driblar uma crise que
ainda não tem data definida para chegar ao fim.

Agora, com a retomada da economia local, o comércio de
Camaçari se depara com uma nova realidade e tenta se reerguer colocando
em prática os aprendizados adquiridos no período de isolamento social.

-Publicidade-
-Publicidade-

Enquanto muitos não sabiam como iriam sobreviver à crise, outros estiveram
trabalhando a todo vapor e conseguiram se manter de pé. Uma das principais
estratégias adotadas foi transplantar o negócio para uma plataforma digital e
assim, encontrar meios de seguir em frente e até, de ampliar a atividade.

É o caso da fisioterapeuta, e instrutora de pilates, Lorena Rios, que depois de
tantos anos em sala de aula, se viu diante do grande desafio de ensinar à
distância. “Foram dias muito desafiadores, desde a escolha pelo melhor meio,
à melhor forma de aplicar os exercícios. Apesar de já trabalhar com produtos
digitais, dar aula simultaneamente aos alunos foi algo novo para mim. Não
queria apenas gravar e enviar! Queria estar ali, perto, motivando,
acompanhando e corrigindo!”, conta.

Para deixar as aulas ainda mais lúdicas e prazerosas ela se utilizou, também,
de técnicas de meditação, mensagens motivacionais e movimentos de dança.
Além disso, objetos como toalhas, cabo de vassoura, cadeiras e flanelas, foram
utilizados em substituição aos aparelhos de pilates. Lorena já retomou o atendimento no espaço físico, mas o atendimento online não será interrompido, para continuar contemplando os novos alunos que chegaram durante a pandemia. “Retomaremos as aulas com todos os cuidados necessários, mas, as aulas virtuais continuam, pois, hoje, eu
tenho alunos no Rio Grande do Sul, em Salvador e em Dias D’ávila”, celebra.