Avião de Bolsonaro não consegue pousar em Paulo Afonso: ‘Falta de teto’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teve dificuldades para pousar em Paulo Afonso, na Bahia, para cumprir agenda em Piranhas, Alagoas. Ele mesmo narrou o episódio nesta quinta-feira (5) pelas redes sociais. Por conta da dificuldade, o pouso foi deslocado para Aracaju (SE).

Segundo Bolsonaro, a aeronave presidencial deixou de pousar em Paulo Afonso por “falta de teto”. O mau tempo prejudicou o trabalho do piloto, disse.

No relato, o presidente fez uma confusão geográfica. Inicialmente, escreveu no Facebook que Paulo Afonso ficava em Alagoas. Ele também errou dizendo que Piranhas era em Sergipe. Depois de meia hora, ambos os equívocos foram corrigidos.

Em Piranhas, Bolsonaro vai participar da inauguração do sistema de abastecimento de água do Canal do Sertão. O empreendimento utiliza a água do rio São Francisco para abastecer a área rural de 42 cidades alagoanas.

Quando o projeto, que foi dividido em 8 fases, estiver concluído, o Canal do Sertão vai ter 250 quilômetros de extensão e beneficiará 1 milhão de pessoas, diz o governo federal.

Fonte: Correio