Justiça Eleitoral da Bahia suspende todos os eventos políticos presenciais

Atendendo a uma determinação do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), a campanha do prefeito Elinaldo suspendeu os eventos de rua que estavam programados para esta semana. Na tarde desta terça-feira (10), em entrevista coletiva, o presidente do órgão, desembargador Jatahy Júnior, anunciou que todos os eventos políticos presenciais, a exemplo de comícios, passeatas, bandeiraços, caminhadas, bicicleatas, cavalgadas, motoatas, carreatas e similares, nos 417 municípios da Bahia.

De acordo com o presidente do TRE, a medida na reta final das campanhas foi adotada para preservar a saúde da população. “O coronavírus ainda não foi controlado e, tradicionalmente, nos últimos dias, as campanhas eleitorais geram mais aglomerações”, disse Jatahy Júnior.

-Publicidade-
-Publicidade-

O desembargador disse também que as denúncias recebidas pelo Tribunal foram importantes para a tomada de decisão. “Somente no Disk-Aglomeração recebemos mais de 1.200 denúncias. Também levamos em consideração as cerca de 140 decisões que foram tomadas pela Justiça eleitoral, impondo multa e tipificando crimes eleitorais”, acrescentou.

Com a suspensão dos atos políticos, as campanhas deverão se restringir às redes sociais e programas de rádio e televisão. Quem não cumprir a determinação pode pagar multa de até R$ 50 mil.