Neto defende compra conjunta de vacinas com governo do Estado

Em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira, 4, o prefeito ACM Neto voltou a defender uma possível compra conjunta de vacinas em parceria com o governo do Estado caso o Ministério da Saúde não disponibilize doses suficientes para imunizar a população e afirmou ainda que a estratégia de imunização já está sendo desenhada.

“Defendo que prefeitura e governo se unam para comprar vacinas e acelerar a imunização na capital. Temos a disposição de somar esforços, seja com o governo do Estado ou com o governo federal. Não quero criar nenhum tipo de factoide e partimos do pressuposto de que só será possível comprar a vacina que estiver autorizada no país. Porém, assim que for autorizada, não faremos distinção alguma de origem da mesma”, disse.

-Publicidade-
-Publicidade-

O prefeito divulgou ainda que a capital já possui três freezers de armazenamento a -80ºC, essenciais para a manutenção do composto e que pediu ao secretário de Saúde, Léo Prates, que inicie conversa com outras farmacêuticas para acelerar o processo de obtenção do imunizante.

“Já tinha aberto o diálogo com o Governo de S.Paulo e pedi ao secretário de Saúde que iniciasse diálogo com a Pfizer e com todas as instituições que estão correndo para credenciar as vacinas”.

Fonte: A Tarde