Órgãos públicos de Camaçari restringem atendimento presencial para combater avanço da pandemia

Em virtude dos altos índices de contaminação da Covid-19 no município e para garantir a proteção à saúde, algumas instituições públicas de Camaçari restringiram o atendimento presencial do público externo.

A Câmara de Camaçari determinou por meio de um decreto, no último dia 18 de fevereiro, a suspensão, durante 15 dias, do atendimento presencial nas dependências do prédio da Casa Legislativa. A decisão vale até o dia 5 de março e, até lá, só será autorizado o acesso dos vereadores, servidores e funcionários terceirizados.

O Instituto de Seguridade do Servidor Municipal (ISSM) de Camaçari suspendeu, a partir desta segunda-feira (22), até o dia 8 de março, qualquer atendimento e trabalho presencial, bem como os atendimentos virtuais que demandem a busca de processos físicos, ressalvada apenas as situações de urgência. O atendimento ao público continua sendo realizado por meio do celular/WhatsApp (71) 98194-0262 e do e-mail: atendimento.issm@gmail.com.

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) também suspendeu, temporariamente, o atendimento presencial. Os contribuintes poderão realizar todos os serviços de forma virtual, no site da Secretaria. Caso o cidadão apresente dificuldade de acessar o portal, será possível resolver a pendência por meio do Call Center – (71) 0800 280 6965 ou 3621 6965, ou ainda pelo e-mail: callcentersefaz@camacari.ba.gov.br. O atendimento on line está disponível das 8h às 16h, ininterruptamente. A Secretaria ainda dispõe do Sefaz Atende, com atendimento exclusivo via WhatsApp, através do número (71) 98796-9856.

De acordo com a orientação do prefeito Elinaldo, as secretarias devem priorizar o teleatendimento, com exceção dos serviços essenciais ofertados pelo município.

Redação Nossa Metrópole