Turistas são agredidos por empresário em resort de Guarajuba

Uma confusão no resort de luxo Vila Galé em Guarajuba foi parar na delegacia. Quatro turistas acusaram um empresário, identificado como Leonardo Bruno de Oliveira, de 29 anos, de os ter agredido. Segundo o UOL, a confusão teve início na piscina quando o casal – formado pelo corretor de imóveis Augusto Amorim, de 29 anos, e a psicóloga Valentina Baldino Cibils, de 30 – reclamou do comportamento de um garoto de quatro anos que jogava água na direção deles.

 

-Publicidade-
-Publicidade-

 

Segundo relato deles, a avó da criança não gostou da reclamação e chamou o pai da criança, Leonardo, que teria partido para a violência. Além de Augusto e Valentida, Leonardo também agrediu o outro casal de turistas, identificado pelo bancário Bruno Braga Figlioli, de 31 anos e pelo médico Renato Hideki Inque Akiyama, de 32. Os turistas descreveram que Leonardo, que reside em Brasília, estava “visivelmente embriagado”.

Renato levou dois pontos abaixo da pálpebra esquerda, e Bruno foi atingido no olho quando tentava apartar a briga junto com o companheiro. Os turistas também reclamaram da segurança no resort. Segundo eles, os funcionários não fizeram nada para interromper a confusão.

Em nota, o Vila Galé disse repudiar violência e declarou que tem prestado toda assistência aos envolvidos. O resort afirmou ainda que colabora com as investigações do caso.

Bahia Notícias