Indireta para Ivete? Anitta comenta 500 mil mortes por covid: ‘É sobre Fora, Bolsonaro’

A cantora Anitta voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais. Comentando o marco de 500 mil mortes por covid-19 no Brasil, ela pediu a saída do mandatário e disse que é o momento de falar em Fora, Bolsonaro.

“500 mil mortes… é sobre FORA BOLSONARO sim! A favor da democracia, da economia, da saúde, da educação, do senso COLETIVO”, escreveu a cantora no Twitter.

-Publicidade-
-Publicidade-

Nos mais de 1,5 mil comentários recebidos, a cantora recebeu muitas ofensas. Ela voltou às redes para rebater. “Lá vem os bolsonarers (sim, o presidente tem um fã clube) me ‘atacarem’ com um grandissíssimo insulto mandando eu retocar a tatuagem do meu c*…. ainda não desbotou… quando desbotar eu retoco pq é linda (duvido que os machão nao iam adorar) … até pq, o cara ta empurrando no c* de vocês sem pena e vocês ainda vão pra rua de motoca pedir mais”, escreveu.

Muita gente apontou uma possível indireta da funkeira à baiana Ivete Sangalo, que também comentou os 500 mil mortos por covid, mas afirmou que não se tratava de questão partidária. “O murro na isentona da Ivete”, disse um internauta. “Você não decepciona, a única grande artista brasileira que se posiciona. Outras falam que não é sobre partido”, acrescentou outra. “Por mais Anittas e menos Ivetes”.

“Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, comentou ontem Ivete.

Fonte: Correio