Camaçari vacinou 4.747 pessoas com a primeira dose contra Covid-19 só no último final de semana

Em todo o mundo, países onde a vacinação já avançou para mais de 50% da população, os casos de internamento e óbitos pelo coronavírus caíram de forma vertiginosa e as atividades econômicas e sociais voltaram a crescer. Em Camaçari, a Secretaria da Saúde (Sesau) registrou que 4.747 pessoas foram vacinadas no município com a primeira dose contra Covid-19, no último final de semana, entre o sábado e o domingo (19 e 20/6). Somente no sábado, 3.027 pessoas foram imunizadas com a D1.

De acordo com a Sesau, o número poderia ser bem maior no acumulado dos dois dias caso o município tivesse recebido quantidade de vacina suficiente. Ainda segundo a pasta, o comparecimento da população mostra que, apesar das Fake News (notícia falsa), a população tem confiado na vacinação como principal forma de vencer a pandemia e a normalidade ser reestabelecida. “Infelizmente tem muita gente espalhando notícias falsas para desqualificar as vacinas. Entretanto, todas essas informações falsas têm sido desmistificadas pelos centros de pesquisa ao redor do mundo”, afirma Elias Natan, secretário de Saúde.

Atualmente a vacinação em Camaçari tem ocorrido com as vacinas CoronaVac, Astrazeneca, Pfizer e há uma expectativa pelo recebimento da Janssen assim como da Sputnik V. “O que existe são vacinas com técnicas diferentes de produção e com percentuais de eficácia diferente. Porém, todas as vacinas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são seguras e garantem a proteção das pessoas contra a forma mais grave da Covid-19. Vacina boa é vacina no braço, e a população tem entendido isso”, destaca Elias Natan.

O gestor da Sesau acrescenta que “em todo o mundo, onde a vacinação está avançada, a vida já está voltando ao normal”. Vale dizer que, se o município receber vacinas suficientes, é possível que a normalidade se estabeleça em Camaçari, uma vez que a cidade, além de possuir capacidade técnica para vacinar, já mostrou que a população quer ser vacinada também.