Dom Petrini renuncia governo pastoral e Papa Francisco nomeia novo bispo

Nesta quarta-feira (27), o Papa Francisco protocolou o pedido de renúncia feito por dom Petrini, 75 anos, atual bispo da diocese de Camaçari. Seu desligamento se deu devido à idade, de acordo com o canôn 401 do Código de Direito Canônico. Como sucessor, foi escolhido o padre Dirceu de Oliveira Medeiros, atual subsecretário adjunto Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Nascido em 18 de novembro de 1945, na Itália, formou-se em Ciências Políticas em 1970 e, neste mesmo ano, veio ao Brasil, onde estudou teologia e foi ordenado como diácono pelo Cardel-Arcebispo Dom Paulo Evaristo Arns.

Em 15 de Dezembro de 2010, Dom João Carlos Petrini foi designado como primeiro bispo da Diocese de Camaçari, e em fevereiro de 2011, assumiu como bispo titular. Presidiu a comissão Episcopal para a Vida e Família da CNBB, assim como foi presidente do Regional Nordeste III entre 2015 e 2019. Desde o ano de 2008, é diretor da seção brasileira do Pontifício Instituto Teológico João Paulo II para as Ciências do Matrimônio e Família, sediada em Salvador.

Novo bispo de Camaçari

Nascido em 28 de março de 1973, o padre Dirceu de Oliveira Medeiros foi nomeado pelo Papa Francisco como bispo da diocese Camaçari. Formado em Filosofia (1995-1997) e Teologia (1998-2001), ocupou diversos cargos ao longo de sua jornada, como: vigário paroquial do Senhor Bom Jesus de Matosinhos em São João del Rei-MG (2002-2004); pároco de Nossa Senhora da Conceição em Prados-MG (2004-2019); coordenador diocesano da Comissão dos Bens Culturais da Igreja e da Comissão dos Bens Culturais do Regional Leste 2 da CNBB; membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores; vigário forâneo; vigário geral (2007-2018); administrador diocesano (2018). Desde 2019, é subsecretário adjunto geral da CNBB.

 

Saudação ao Monsenhor Dirceu de Oliveira Medeiros

Brasília-DF, 27 de outubro de 2021

Estimado irmão, Monsenhor Dirceu de Oliveira Medeiros,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) envia felicitações pela sua nomeação como novo bispo da diocese de Camaçari (BA). Desejosos de que tenha exitoso pastoreio à frente desta Igreja Particular, recordamos um trecho da mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Missões de 2021, celebrado no último domingo 24 de outubro.

“Quando experimentamos a força do amor de Deus, quando reconhecemos a sua presença de Pai na nossa vida pessoal e comunitária, não podemos deixar de anunciar e partilhar o que vimos e ouvimos”.

O Santo Padre ressalta ainda que a humanidade de Jesus revelada a nós no mistério da Encarnação, no seu Evangelho e na sua Páscoa mostram-nos até que ponto Deus ama a nossa humanidade e assume as nossas alegrias e sofrimentos, os nossos anseios e angústias

“Tudo, em Cristo, nos lembra que o mundo em que vivemos e a sua necessidade de redenção não Lhe são estranhos e também nos chama a sentirmo-nos parte ativa desta missão: ‘Ide às saídas dos caminhos e convidai todos quantos encontrardes’ (cf. Mt 22, 9). Ninguém é estranho, ninguém pode sentir-se estranho ou afastado deste amor de compaixão.”

Desejamos que seu ministério como bispo da diocese de Camaçari seja profícuo em bênçãos e frutos!

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo

Arcebispo de Belo Horizonte (MG)

Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler

Arcebispo de Porto Alegre (RS)

Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva

Bispo de Roraima (RR)

Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado

Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)

Secretário-geral da CNBB