Candeias, Dias D’Ávila e Lauro de Freitas terão novas escolas estaduais de Tempo Integral

O Governo da Bahia irá construir mais seis escolas de Tempo Integral em Salvador, Candeias, Dias D’Ávila e Lauro de Freitas, no valor de R$ 123.130.357,21 milhões, de acordo com a Secretaria da Educação do Estado (SEC). O resumo do contrato das obras foi divulgado no sábado (30), no Diário Oficial do Estado (DOE), bem como o resultado da licitação para a prestação de serviços sob demanda de manutenção predial preventiva e corretiva em escolares da rede estadual de ensino, no valor de R$15.400.000 milhões. No total, os investimentos somam R$ 138.530.357,21 milhões.

Também foi publicado, no DOE, o aviso de licitação para a contratação de empresa especializada para a execução da obra de ampliação com modernização da infraestrutura nas unidades escolares localizadas nos municípios de Biritinga, Santa Brígida e Itapicuru.

A SEC informa que, ao todo, mais de R$ 2 bilhões estão sendo investidos pelo Estado na requalificação da rede física escolar e envolve a instalação de novos equipamentos, como laboratórios, bibliotecas, quadras de esportes cobertas e campo society, além da construção de novas escolas e dos Complexos Poliesportivos Educacionais, visando fortalecer as aprendizagens no contexto da Educação em Tempo Integral.

A construção de escolas de Educação em Tempo Integral também faz parte da política de expansão da oferta desta modalidade na rede estadual de ensino, por meio do Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira. “A iniciativa tem o objetivo de elevar os níveis de aprendizagem, através da ampliação da jornada escolar dos estudante; e fortalecer o desenvolvimento humano e social dos estudantes, por meio de ações que propiciem a diversificação do universo de experiências educativas articuladas com as áreas do conhecimento; além de contribuir para a melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido”, informa a Secretaria da Educação.