Após diversos alagamentos em Camaçari, gestão pública discute descarte irregular de lixo

Sempre preocupado com o ordenamento do município, o prefeito Elinaldo Araújo, se reuniu na sala de reuniões da Secretaria de Governo (Segov) nesta segunda-feira (8/11), com algumas pastas municipais e autoridades policiais, para tratar sobre o descarte irregular de lixo e entulho na sede e costa de Camaçari, com foco na elaboração de um plano de ação com atuação imediata.

O encontro teve como proposta, ainda, cobrar dos setores responsáveis a intensificação nas ações de fiscalização das áreas públicas, em especial aquelas com maior incidência de resíduos lançados em locais errados e de forma inadequada. A intenção da prefeitura é combater essas atividades ilegais que trazem inúmeros prejuízos ao desenvolvimento da cidade e bem-estar da população, tudo isso sem que precise aplicar as sanções previstas em lei.

“Estamos nos esforçando para manter a cidade limpa e ordenada. Mas tenho notado que há vários pontos de descarte irregular na cidade. Por isso, chamei aqui hoje a Sesp, Sedur, STT, Limpec e a Polícia Militar, que atua na sede e na costa, para juntos elaborarmos um plano de ação. Mas entendo que um dos nossos principais aliados é a sociedade, e nós esperamos contar com ela nessa caminhada. É importante que cada cidadão entenda a necessidade de não descartar os lixos em qualquer lugar, pois as consequências de atitudes como essas são grandes e afetam toda a cidade, principalmente as famílias em situação de vulnerabilidade social”, destacou.

A gestora da Sesp, Arlene Rocha, reforçou a necessidade do cumprimento da Lei 973/09 (Lei do Entulho). “O descarte irregular de entulho é considerado crime ambiental e está previsto em Lei. Precisamos que as pessoas entendam e passem a fazer seus descartes nos locais corretos. Aqui na sede nós temos sete Pontos de Entrega Voluntária (PEV), que estão instalados na Rotatória do Mangueiral, Gleba C, Dois de Julho, Verdes Horizontes, Burissatuba, Nova Vitória e Phoc III”, frisou ao lembrar que para dúvidas ou denúncias, a população pode entrar em contato com a Coordenação de Limpeza Urbana através do telefone (71) 99951-0191.

Para a titular da Sedur, Andréa Montenegro, essa é mais uma iniciativa do governo focada no ordenamento. “É uma ação muito complexa, eu digo inclusive que é uma ação de governo integrada com as pastas e demais órgãos. Tenho identificado situações como estas e encaminhado para a equipe da fiscalização. Importante esse apoio da polícia para que a gente faça uma ação mais forte. Me coloco à disposição junto com os profissionais da Sedur para atuar nessa questão”, disse.

Também participaram da reunião, os secretários de Governo, José Gama, da Prefeitura Avançada da Costa, José Cupertino, o diretor-superintendente da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), Alfredo Castro, o diretor-presidente da Limpeza Pública de Camaçari (Limpec), Áldene Mota, o comandante da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), major André Presa, o comandante de 12º Batalhão da Polícia Militar da Bahia (BPM-BA), o tenente-coronel André Luís Cunha, além de representantes da empresa responsável pela limpeza urbana, Naturalle.