Polo de Beleza é inaugurado em Camaçari pelo Grupo Boticário

A expansão do Grupo Boticário no Polo Industrial de Camaçari consolida um ecossistema industrial de beleza na Bahia. Com investimentos previstos da ordem de R$ 600 milhões até 2023 e a instalação de fábricas fornecedoras no local, deverão ser gerados mil novos postos de trabalho diretos e indiretos.

A fábrica, que já funciona desde 2014 e é considerada a mais moderna do grupo e a terceira mais inovadora do país na indústria de cosméticos, ganha ainda mais autonomia e competitividade no mercado com a chegada dos fornecedores de embalagens Aptar, Box Print, Tritec e Vitro. Dentro deste contexto, planeja elevar sua capacidade produtiva em até 65%, passando de 18 linhas de envase para 26.

-Publicidade-
-Publicidade-

Hoje a unidade já emprega mais de mil funcionários e tem condições de produzir cerca de 150 milhões de itens por ano. Com os novos investimentos, a fábrica ganhará também melhorias em sua infraestrutura: novos equipamentos, novos reatores, movimentação de layout e construção de mezanino.

O Polo da Beleza do GB foi oficialmente inaugurado nesta quinta (18), contando com presenças de executivos do Grupo Boticário, das empresas parceiras e de autoridades políticas, como o governador da Bahia, Rui Costa, do secretário da Fazenda, Manoel Vitório, e do secretário de Desenvolvimento do Estado, Nelson Leal.

O Polo da Beleza é resultado da expansão do ecossistema da beleza em Camaçari. Para nós, investir na região alia estratégia de negócio a impacto socioeconômico, garantindo que estamos deixando um legado positivo para esse que é um dos polos industriais mais relevantes do Brasil. A chegada das fábricas dos parceiros facilita toda a operação e traz ainda mais oportunidades para comunidades que nos acolhem desde 2014”, declarou Sérgio Sampaio, vice-presidente de Operações do Grupo Boticário.

Mas não para por aí. Na opinião de Sampaio, são muitas as vantagens trazidas pelos parceiros: “Essa é a fábrica mais moderna do Grupo Boticário no país. Aqui, geramos mais de 3 mil empregos diretos e indiretos. Outro dado que nos orgulha bastante é a equidade de gênero: 47% dos funcionários são mulheres e 53% são homens. Nesta unidade, são produzidos mais de 1.600 itens diferentes e, ano a ano, aumentamos a nossa capacidade produtiva. O investimento que estamos anunciando no lançamento do Polo da Beleza irá elevar a nossa capacidade de produção em 65%, passando de 200 milhões de peças produzidas na Bahia”. Para ele, esse conjunto de benefícios é o que se pode chamar de sucesso responsável.

Já Artur Grynbaum, vice presidente do Conselho Administrativo do GB, ressalta que o Polo da Beleza representa um fator de diferenciação não só para o GB, mas para todo o setor de cosméticos do país.

Quando elegemos a Bahia para ser a nossa segunda casa, escolhemos Camaçari porque vimos oportunidade também de oferecer crescimento para a mão de obra feminina. O Polo da Beleza já era uma coisa ventilada, mas preferimos não falar e sim fazer. Temos aqui uma das unidades mais modernas do mundo  e com esse investimento um grande número de famílias terá seu sustento trazendo beleza ao mundo”, afirmou Artur Grynbaum, vice presidente do Conselho Administrativo do GB.

      Artur Grynbaum, vice presidente do Conselho Administrativo do Grupo Boticário, o             governador Rui Costa e Sergio Sampaio, o vice-presidente de Operações do Grupo                 Boticário, reunidos na inauguração do Polo da Beleza (Foto: Marcelo Maia)

 

O governador Rui Costa destaca que este empreendimento já era um sonho cativado há muito tempo, e para viabilizá-lo, o governo não poupa esforços e incentivos. O objetivo é melhorar ainda mais a presença da cadeia produtiva na Bahia. “Quando a cadeia está instalada aqui, isso torna a produção e os produtos mais competitivos e melhoramos o retorno para os parceiros”. Costa também frisa o compromisso com o desenvolvimento educacional e com o ensino profissionalizante nas escolas.

Para isso convidou o Grupo Boticário para prestar assessoramento técnico na instalação de laboratórios, que devem customizar a formação de mão de obra em Camaçari, São Gonçalo dos Campos e Feira de Santana, respeitando as vocações de cada região. Inicialmente serão oferecidas 200 mil vagas de formação profissional, com diploma em áreas técnicas, e o ramo da beleza ganhará a expertise do grupo.

Ao lado do desenvolvimento econômico e industrial, o crescimento sustentável sempre foi uma prioridade da atuação do Grupo Boticário, compromisso cada vez mais forte, que coloca a fábrica em Camaçari em uma posição de vanguarda, sendo, inclusive, a primeira do Brasil no setor de cosméticos a receber a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design).

Uma das grandes metas da empresa é ter 100% dos seus resíduos reciclados, o objetivo é mapear potenciais fornecedores e treiná-los priorizando metas de ESG. Vale destacar que atualmente o Grupo Boticário já é carbono positivo e toda a energia consumida nas fábricas e centros de distribuição é proveniente de fontes renováveis, em Camaçari não é diferente.

 

Fonte: Correio