Exposição Temporão #Metaverso: Visitação virtual com experiência em 3D e interação entre avatares começa nesta quinta (02)

O Goethe-Institut Salvador-Bahia estreia, nesta quinta-feira (2), a exposição Temporão #Metaverso, um formato digital e inovador de experienciar a mostra em cartaz com obras de 10 artistas nacionais e internacionais, em um universo de realidade virtual onde o público aprecia tudo em detalhes e interage entre si por meio de avatares digitais.

Para viver esta experiência do #Metaverso, o visitante precisa apenas acessar o endereço goethe.de/temporao, sem necessidade de instalação de aplicativos. A plataforma tem capacidade para receber até 25 pessoas simultaneamente, com acesso gratuito 24h por dia. 

O projeto Metaverso do Goethe-Institut Salvador-Bahia oferece, em uma experiência única em realidade virtual interativa, não apenas a oportunidade de visitar as obras da exposição Temporão, mas reproduz a casa amarela do Corredor da Vitória com quatro espaços – galerias, pátio interno, teatro e biblioteca – com enorme realismo. 

Com curadoria de Tiago Sant’Ana, a exposição Temporão, que também está aberta à visitação presencial na sede do Goethe-Institut, tem como eixo central a relação que artistas estabelecem entre seus trabalhos e as poéticas em diálogo com a natureza e suas paisagens. São obras de dez artistas nacionais e internacionais: Frans Krajcberg (Polônia/Brasil), Regina Galindo (Guatemala), Sallisa Rosa (Goiás), Uýra Sodoma (Amazonas), Pedro David (Minas Gerais), Vanderlei Lopes (São Paulo), Liliane Dardot (Minas Gerais), Adriano Machado (Bahia), Diovany Coutt (Rio Grande do Sul) e Vitória Leona (Pará). 

O Goethe-Institut Salvador-Bahia vem atuando de maneira intensa com a experimentação de possibilidades digitais no campo da programação cultural na capital baiana, e com o GoetheBahia Metaverso, está dando um importante passo em direção à ampliação deste objetivo. “Este espaço é um protótipo importante para a experimentação de formatos e desenvolvimento de uma tecnologia que, em breve, estará muito presente no nosso dia-a-dia”, aponta a diretora executiva do Goethe Salvador, Friederike Möschel.

Para permitir a visitação às obras da exposição Temporão #Metaverso, a sede e todas as salas do Goethe-Institut Salvador foram reproduzidas fielmente em tecnologia 3D e podem ser livremente visitadas por várias pessoas ao mesmo tempo, o que oportuniza também um passeio entre amigos ou em família. Os visitantes podem escolher um avatar pessoal e falar uns com os outros através de uma função de microfone integrada, a fim de explorar sala por sala. O controle é intuitivo e interativo, utilizando o computador ou smartphone.

Esperamos que as pessoas reúnam amigos e se encontrem no GoetheBahia Metaverso para trocarem e construírem ideias sobre as obras e sobre outros temas como fazem no mundo real. O legal do metaverso é que nele você se encontra com outras pessoas, frui conteúdos e interage”, diz Leonel Henckes, coordenador de programação cultural da instituição.

 A exposição Temporão no espaço virtual é o primeiro passo do projeto permanente GoetheBahia Metaverso, plataforma de realidade virtual interativa na qual os artistas poderão apresentar o seu trabalho num espaço virtual partilhado, ampliando as relações com seu público e ultrapassando fronteiras. Com o ambiente metaverso concluído, o Goethe Bahia passará a experimentar formatos de eventos com as diversas linguagens artísticas, exposições, concertos, performances e acesso a conteúdos da biblioteca em uma experiência imersiva e interativa singular.