Loja colaborativa reúne produtos de onze mulheres no centro de Camaçari

O empreendedorismo feminino está fortalecido em Camaçari. Uma das provas é a loja colaborativa do Instituto Mulher que Empreende Revoluciona (MER) que reúne 11 empreendedoras e funciona há cinco meses no Pacific Center Empresarial, localizado na avenida 28 de Setembro (antiga Radial A).

Segundo a Presidente do Instituto MER, Joelma Silva, a ideia foi de “pensar em alguma coisa que levasse as mulheres que não tinham loja física para ter um lugar onde poderiam expor os produtos. Aí eu tive essa ideia, a gente veio visitar. As meninas da diretoria, em princípio, acharam loucura, porque a gente tinha pouco tempo de instituto, e o instituto não tem dinheiro, é uma instituição sem fins lucrativos”, explicou.

No local, é possível comprar diversos produtos como moda íntima, fitness, acessórios, roupa feminina, sex shop, presentes, brindes personalizados e macramê. “A gente tomou uma proporção gigantesca na cidade, o nosso marco é nossa loja colaborativa. Para todo esse legado a gente teve um apoio crucial da Sedec (Secretaria do Desenvolvimento Econômico), que levou a gente para fazer cursos, capacitação, feiras na Casa do Trabalho e tem ajudado a gente de todas as formas possíveis”, finalizou a presidente do MER.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Waldy Freitas, explicou como foi o apoio da pasta, “o município, através do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), entrou muito com o curso de mulher empreendedora, abrindo a cabeça das mulheres, mostrando como é fluxo de caixa, como se faz delivery, como faz as redes sociais, como trata e se põe no lugar do cliente”. Ele destacou ainda a criação de outros grupos de mulheres, como os de Pinhão Manso, do Centro Comercial, do Parque Verde I, do Parque Verde II, de Vila de Abrantes, Arembepe, Monte Gordo e Barra do Pojuca. “A gente plantou a semente e essa semente está germinando com esforço, com a vontade que elas têm de crescer e fazer isso acontecer”, acrescentou o titular da Sedec.

A empreendedora de Camaçari, Patrícia Bento, 39 anos, trabalha com moda infantil, e falou sobre a empresa. “Eu sou a Manias de Sofia, meu rosto é a minha empresa e eu tenho muito orgulho de ser empreendedora, de quando comecei, até hoje. Comecei fazendo laços e dos laços aos acessórios fui adequando outras peças e hoje a minha loja é completa. Ela ainda destacou a importância do empreendedorismo feminino, “pra mim são as conexões. No meu caso, a renda maior vem do meu empreendimento e isso para mim é maravilhoso, porque eu consigo pagar a escola da minha filha, as despesas da minha casa e conheço mulheres que, assim como eu, também são as donas das suas casas, das suas vidas e isso é muito importante”.

O instituto existe há um ano e oito meses e tem a intenção de mostrar marca, fazer com que as empreendedoras apareçam, e de qualificar para que tenham uma empresa forte, já que o lema do organismo é de que vender é consequência, porque toda vez que se mostra, vende. Na loja colaborativa são comercializados produtos do Instituto MER e das lojas: Só Delícias, Pimenta Doce, 4 Marias, Leska, Manias de Sofia, Amei Acessórios, Fruto do Cactos, Sublimarts, Moda Brasil e Nós de Lua. Os dias Mundial e Municipal do Empreendedorismo Feminino foram celebrados no último 19 de novembro.