Projeto promove cultivo e comercialização de produtos agroecológicos em terreiros da região metropolitana

A Associação AWA Ações Afirmativas inicia, nesta sexta-feira (7), um projeto de implantação de unidades de produção agroecolóogica, integrada e sustentável em 20 terreiros localizados em Salvador e outros oito municípios da região metropolitana da capital. O evento de lançamento acontece na sexta, às 9h, na Botica RHOL, no Pelourinho.

De acordo com a Associação AWA, além de promover inclusão social e geração de renda, a ação vai melhorar a qualidade de vida dos povos das comunidades de terreiros.

A iniciativa terá investimento de mais de R$ 440 mil e foi idealizada pela bióloga e doutora em Desenvolvimento do Meio Ambiente, Sueli Conceição.

                                                   Foto: divulgação/G1

A meta é criar estratégia para que os terreiros possam desenvolver sua autonomia financeira gerando renda e, no futuro, construir o primeiro polo de produção e comercialização desses produtos em terreiros”, disse. O projeto tem como foco a produção de leguminosas, hortaliças e aves.

Veja a lista dos terreiros beneficiados:

  • Camaçari: Ilê Alaketu Axé Oju Omi, Terreiro Leci, Terreiro Toloya, Terreiro Omin Kushwenga e o Ilê Axé Nabeji Eruquere Adê
  • Candeias: Terreiro Oyá Tola
  • Lauro de Freitas: Terreiro Sítio de Paz, Terreiro Oyá Matamba, Ilê Axé Ópó Erinlé e Ilê Axé Obánã.
  • Mata de São João: Ilê Axé Oni Odé Tafarangi
  • Salvador: Terreiro Gantois, Ilê Axé Opô Afonjá, Terreiro Bate Folha e Terreiro Tafarodé
  • Pojuca: Casa do Mensageiro
  • Simões Filho: Ilê Axé Tombo Jitá
  • Vera Cruz: Ilê Axé Gun Wtakun Uzerê
  • Itaparica: Terreiro Babá Tuntun e Terreiro de Oyá

Fonte: G1