Secretaria de Saúde de Camaçari emite nota sobre caso da variante Ômicron no município

A Secretaria de Saúde de Camaçari informa que, o caso positivo para ômicron noticiado nesta segunda-feira (10/01) pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia como sendo de Camaçari, na verdade é um caso importado dos EUA. Onde um adolescente 14 anos testou positivo para COVID-19, dois dias após chegar ao Brasil, com sua mãe e irmã, para passar o Natal com a família em Camaçari.

Após a positividade no teste rápido para COVID-19, foi realizado o exame de RT-PCR, pela equipe da Vigilância Epidemiológica de Camaçari, para fins de sequenciamento genético no intuito de descobrir qual a variante da COVID-19. Após análise do LACEN, o Estado informou nesta segunda-feira à tarde à Vigilância Epidemiológica de Camaçari que o caso é da variante Ômicron.

Adicionalmente foram realizados exames (RT-PCR) em outros contactantes que apresentaram resultados negativos.

A Sesau destaca que o adolescente e sua família (irmã e mãe) foram monitorados pela equipe de Vigilância Epidemiológica durante todo o período que permaneceram no município de Camaçari, cumprindo prazo de isolamento estabelecido pelo Ministério da Saúde, após o qual retornaram ao seu país de origem. Ressalta-se que a mãe e irmã do adolescente, permaneceram assintomáticas até a volta ao Estados Unidos.