Olavo de Carvalho morre aos 74 anos nos Estados Unidos

Morreu, na noite desta segunda-feira (24), o escritor Olavo de Carvalho aos 74 anos, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. A informação foi compartilhada pela família de Olavo nas redes sociais.

Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica a notícia de sua morte na noite de 24 de janeiro, na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado”, diz a nota.

A causa da morte não foi divulgada. Olavo deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos.

No ano passado, o escritor foi internado no Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, em julho e agosto. Na primeira, por uma crise de angina, e a segunda por insuficiência cardíaca e renal aguda e infecção sistêmica.

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho nasceu em 1947, em Campinas, no interior de São Paulo. Como escritor, publicou mais de 30 obras, entre livros e ensaios, e é considerado um dos grandes expoentes do conservadorismo no Brasil.

Ele foi apontado como grande influenciador do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) durante sua campanha eleitoral em 2018.

Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o Filósofo e Professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, escreveu o presidente nas redes sociais.

Filha do escritor e ideólogo Olavo de Carvalho, Heloisa de Carvalho lamentou a morte do pai hoje nas redes sociais e pediu que “Deus perdoe ele de todas as maldades que cometeu”. Os dois não se falavam desde 2017.

Embora o perfil oficial de Olavo, 74, não tenha informado a causa da morte, ela afirmou que o pai morreu em decorrência da covid-19. Ele anunciou ter se infectado com o novo coronavírus no dia 16 e já enfrentava alguns problemas de saúde.

No dia que o Olavo postou que não tinha uma morte por covid, perdi uma querida amiga, que era viúva e deixou três crianças com menos de 10 anos órfãs. Olavo morreu de covid, não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. Sendo sincera comigo e meus sentimentos. Tô bem e em paz comigo, minha consciência e com Deus“, escreveu Heloisa em suas redes sociais.

Fonte: CNN