Gari chora após sentir-se humilhada por morador de Camaçari

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra uma gari chorando após se sentir humilhada por um morador de Camaçari. No vídeo, a profissional mostra que coletou o lixo e acumulou na calçada, para depois ser retirado, “nunca me senti tão humilhada”, diz. O morador, por sua vez, não gostou pois segundo ele o entulho foi depositado “em sua porta”.

Foto: reprodução/Bahia no Ar

A senhora passou dos limites, tirando lixo lá da frente da rua e jogando o lixo aqui. A senhora é paga para fazer limpeza da rua e não para pegar o lixo da rua da frente e jogar aqui, não. A senhora ganha para fazer a limpeza de todas as ruas. Pegou todos os entulhos e jogou aqui na minha porta!”, disse o morador.

Em nota ao jornal Bahia no Ar a Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp) informou que expressa repúdio ao ato de agressão verbal sofrido pela colaboradora no exercício de suas atividades no bairro Jardim Brasília. A pasta informa ainda, que nessa situação, a rotina de varrição do profissional de limpeza, consiste em executar a retirada de areia, proveniente das fortes chuvas, da via principal e destinar a um local de menor movimentação de veículos e pedestres, para que tão logo, seja recolhido por nossas equipes de coleta manual de entulho.

É importante ressaltar, que os outros resíduos são ensacados e coletados posteriormente pelo caminhão compactador. Portanto, a profissional executou sua atividade corretamente, sem qualquer prejuízo aos cidadãos do logradouro em questão. A Sesp se solidariza com a colaboradora da empresa Naturalle, prestadora de serviços de limpeza pública do nosso município, e reforça que a mesma realizou o serviço de forma adequada.

Quaisquer dúvidas sobre coleta de lixo e resíduos, o cidadão pode entrar em contato com o número (71) 99951-0191, do Disque Limpeza Pública.