Prefeito monta força-tarefa com ações emergenciais para evitar que ocorram novos alagamentos em Camaçari

O prefeito Elinaldo Araújo montou, uma força-tarefa com parte do secretariado municipal, que envolve a equipe técnica das pastas, com foco na realização de ações emergenciais para evitar que ocorram novos alagamentos e minimizar os danos causados pelas últimas chuvas do mês de abril na cidade, além de reforçar ainda mais os trabalhos de manutenção dos canais que são executados diariamente e as tratativas das obras do Rio Camaçari. Na ocasião, o gestor recebeu uma comissão formada por nove moradores da comunidade do Jardim Brasília, que apresentaram as suas principais reivindicações. O encontro contou com a participação de representantes da Câmara de Vereadores.

“Sempre acompanhei de perto o passo a passo de todas as ações que envolvem o Rio Camaçari e as demais intervenções que acontecem na cidade. Essa é uma pauta que tenho me dedicado bastante, e fiz questão de recebê-los para dialogarmos”, afirmou o prefeito Elinaldo na abertura do encontro.

Comprometido em garantir o bem-estar da população, durante o atendimento à comunidade, um dos pedidos feitos pelos munícipes presentes foi a remoção da ponte da Avenida Rio Camaçari, que conecta os bairros Jardim Brasília e Camaçari de Dentro, para melhorar o escoamento das águas pluviais. Essa seria uma alternativa emergencial, com a finalidade de facilitar o fluxo de água, principalmente durante o período chuvoso. O gestor se comprometeu em estudar a viabilidade de retirar a estrutura, após verificar os impactos da mudança, entre elas, as geradas no trânsito da região. E explicou ainda, que para dar início a construção de um novo equipamento, só será possível com a conclusão da ponte da Rua Belmonte, que fica entre os bairros do Camaçari de Dentro e Phoc II.

O empreendedor Marcelo Carvalho, que é um dos membros da comissão e reside há 20 anos no Jardim Brasília, externou o seu ponto de vista sobre a condução e encaminhamentos do encontro, no qual ele avaliou como produtivo. “Quero agradecer ao prefeito Elinaldo, às secretarias envolvidas nessa reunião e aos moradores do Jardim Brasília. A reunião foi produtiva e estamos saindo com algumas respostas e vamos aguardar a conclusão das obras e daquilo que será feito pela população. O prefeito abriu as portas para os moradores e agora vamos aguardar as soluções que devem vir posteriormente”, pontuou o cidadão.

A gestora da Seinfra, Joselene Cardim, explicou durante a pauta, “estamos nessa reunião com a população do Jardim Brasília na busca por minimizar os transtornos da chuva, pois existe a complexidade da obra do rio, mas o que o prefeito assume com essa comunidade, é o compromisso de seguir na busca por ações para minimizar, ainda que não seja com a obra pronta, pois não dá tempo de esperar. Uma delas é a retirada das ocupações irregulares que impedem o alargamento do Rio Camaçari. Para mim é um desafio muito grande, mas eu não vou desistir”.

O atendimento aconteceu na sala de reuniões da Secretaria de Governo (Segov), no Centro Administrativo, e contou com a participação de representantes das secretarias da Infraestrutura (Seinfra), órgão responsável pelo gerenciamento das intervenções; do Governo (Segov); da Fazenda (Sefaz); do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur); da Habitação (Sehab); dos Serviços Públicos (Sesp), por meio da titular da pasta e da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Camaçari (Compdec); e também da Procuradoria-Geral do Município (PGM) e Controladoria-Geral do Município (CGM).

O coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, aproveitou para realizar uma apresentação do trabalho desenvolvido pelo órgão durante os alagamentos ocorridos na cidade. Para ele, o diálogo com a comunidade é fundamental para que cada munícipe tenha conhecimento dos problemas ocasionados pelas construções irregulares às margens dos rios, por exemplo. “Essa é uma reunião importante do grupo de trabalho e todo o governo está empenhado em fazer o melhor para preservar a vida de cada cidadão”, sinalizou.