Cadastro para castração de cães e gatos pode ser feito nas unidades de saúde

A Secretaria da Saúde (Sesau) de Camaçari ampliou o acesso ao cadastro para castração de cães e gatos para unidades de saúde da sede e costa do município. Além de poder ser feito através do site da Prefeitura, agora poderá ser feito também presencialmente, todas as sextas-feiras, nas unidades de Saúde da Família (USF) Nova Aliança, Piaçaveira, Gleba B, Gravatá, Monte Gordo, Vila de Abrantes e Barra de Pojuca, bem como na Unidade Básica de Saúde (UBS) Arembepe. O serviço é disponibilizado pela gestão desde 2021.

Para participar da castração, o animal precisa ter um tutor. “Não temos como castrar animais sem um tutor responsável. Pois, após a castração é necessário que o tutor assuma alguns cuidados com o animal, até sua recuperação plena”, explicou Alcione Vasconcelos, diretora da Vigilância à Saúde da Sesau.

Secretário da Saúde, Elias Natan assegurou que, “continuaremos com o cadastro no site da Prefeitura também. Essa ampliação para as unidades de saúde às sextas-feiras, de forma presencial, visa atender àquelas pessoas que ainda têm dificuldade de acessar o site e anexar à documentação necessária”.

Para o devido andamento do cadastramento, o tutor interessado deverá apresentar os seguintes documentos:

– Documento de identificação oficial com foto (RG, CNH);

– Cadastro de Pessoa Física – CPF;

– Cartão SUS vinculado ao município de Camaçari;

– Comprovante de endereço do tutor, atualizado e vinculado ao município de Camaçari, datado, no máximo, dos últimos três meses;

– Cartão de vacinação antirrábica do animal candidato à castração, com vacina antirrábica aplicada há mais de 10 dias e menos de um ano, e caso a vacinação tenha sido realizada em estabelecimento particular, a carteira de vacinação deve estar assinada e carimbada por profissional Médico Veterinário;

– Resultado negativo de exame para Leishmaniose Visceral Canina (Calazar), datado de até seis meses (apenas para caninos);

Os caninos que nunca realizaram exame para Calazar ou que o resultado esteja fora da validade, poderão ser testados pelo Centro de Controle de Zoonoses através do teste rápido, que quando for positivo demandará realização de exame sorológico ELISA, confirmatório para Leishmaniose Visceral. Que o impedirá de realizar o procedimento, se for positivo.

Para mais informações sobre a documentação necessária, basta acessar o link onde consta o cadastro e o Diário Oficial do Município (DOM) de n.º 1493, com a portaria da castração de cães e gatos.