Grupo varejista pretende instalar loja em Camaçari ainda esse ano

Camaçari poderá abrigar a primeira loja da rede de supermercados Mercantil Rodrigues e, para tratar sobre este assunto, o prefeito Elinaldo Araújo recebeu, na tarde desta terça-feira (7/6), a visita de três representantes do Grupo Cencosud S.A., que também administra a rede GBarbosa e mais seis bandeiras, com quem se reuniu para alinhar as ações que vão possibilitar a construção e funcionamento do empreendimento na Avenida 28 de Setembro (antiga Radial A).

Desejando boas-vindas aos visitantes, o gestor municipal deu oportunidade para que se apresentassem e, de antemão, pontuou que, “se é para gerar emprego e renda no município, vocês têm todo meu apoio”. O prefeito também procurou saber sobre a atual situação do processo para instalação da loja, e acrescentou, “se estiver tudo certo, não tem porquê não aprovarmos”.

Com expectativa de inauguração ainda neste ano, os representantes da empresa explicaram que os trâmites necessários estão sendo alinhados com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), e o objetivo do grupo é ganhar celeridade no processo, para obtenção do alvará de construção.

A assessoria técnica da Sedur, que atua nos setores de meio ambiente e jurídico, também participou do encontro, e destacou a viabilidade do terreno para construção do empreendimento. Na oportunidade, os servidores também pontuaram que, alinhando o escopo técnico com o jurídico, não haverá empecilhos para execução do projeto.

O gestor da Secretaria de Governo (Segov), José Gama, garantiu que a pasta atuará como ponto de apoio para os interesses do município. “Se vocês precisarem de algo, no sentido de agilizar os atos, podem contar conosco”, comentou. Também estiveram na reunião, os titulares das secretarias da Fazenda (Sefaz), Joaquim Bahia; e do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Waldy Freitas.

O prefeito Elinaldo agradeceu a todos pela presença e, ao final da reunião, frisou que seu desejo é que a mão de obra da cidade seja valorizada, e acrescentou, “gostaria que os processos de seleção para os futuros colaboradores passem primeiro pelo CIAT [Centro de Integração e Apoio ao Trabalhador]”, recebendo resposta positiva dos visitantes.