ACM Neto revela que Salvador terá ônibus circulando 24 horas

Antiga reivindicação da população de Salvador, os ônibus poderão em breve circular pela cidade durante 24 horas por dia. Quem garantiu isso foi o prefeito da capital baiana, ACM Neto, em entrevista ao jornal “Tribuna da Bahia”. “Existe essa reivindicação do transporte 24 horas, nós estamos acabando de afinar com os concessionários, e nos próximos dias a Prefeitura vai anunciar, com toda a publicidade necessária, uma medida que vai avançar muito na oferta do transporte 24 horas. Eu não posso antecipar porque existem detalhes que estão sendo ultimados, porém é uma decisão que já está tomada”, disse o gestor soteropolitano na publicação.

O chefe do poder executivo municipal ainda afirmou que a partir de quarta-feira (22) a população poderá perceber ainda mais novidade no sistema de transporte público de Salvador. “Agora a partir do dia 22 de abril começa a valer um conjunto de regras que foram impostas na nova concessão para a empresa que presta serviço. Uma delas que vai ter impacto direto na melhoria da qualidade do transporte público é a implantação de uma central de operações. A Prefeitura, através de videomonitoramento, vai acompanhar o deslocamento de cada um dos ônibus da cidade de Salvador. Tendo instrumento para fiscalizar cumprimento de horários, quantidade de veículos rodando, informar o cidadão, através do aplicativo no smartphone, e saber quanto tempo vai levar o ônibus para chegar naquela determinada estação ou naquele determinado ponto”, disse.

Neto aproveitou a entrevista para esclarecer que a relação com o governador Rui Costa é amistosa. “A eleição nos colocou em palanques opostos, mas depois o resultado dele nos colocava em missões complementares. Eu como prefeito e ele como governador temos que colocar em primeiro lugar os interesses da cidade e os mais elevados projetos para Salvador. Acho que, fruto de uma visão bastante consciente e madura dos dois, essa relação foi aperfeiçoada, tivemos um encontro de trabalho muito produtivo na Governadoria que depois se desdobrou em ações conjuntas. Até mesmo o contencioso judicial que existia foi eliminado em ambas as partes, em todas as esferas. E realmente eu acho que é bom para a cidade que prefeito e governador não andem brigando”, admitiu.

Ainda na publicação, questionado sobre o panorama para as Eleições de 2018, o prefeito preferiu evitar planos e palpites: “Eu acho prematuro falar de 2018. Tem muita coisa para acontecer. Imagine se alguém poderia imaginar em 2011 o que poderia acontecer em 2014. Em 2011, Aécio ainda não era candidato a presidente, Eduardo Campos não era candidato, muito menos ninguém imaginava que ele iria falecer. Marina era candidata a presidente, depois deixou de ser e acabou sendo. […] O que eu posso com alguma segurança afirmar é que eu acho que o ciclo do PT está se encerrando. O que eu acredito firmemente é que em 2018 trará uma alternância do poder no plano federal”.

Fonte: Varela Notícias