Advogado envolvido em colisão que matou publicitário é solto

O advogado Roberto João Starteri Sampaio Filho, suspeito de provocar o acidente de trânsito que matou o publicitário Daniel Prata, de 28 anos, no último sábado, 8, foi solto na noite desta terça-feira, 11.

Ele, que estava detido na Polícia Interestadual (Polinter), no bairro dos Barris, saiu acompanhado do seu advogado, Sérgio Habib. “Conseguimos que ele faça sua defesa em liberdade, e isso aconteceu porque ele atende as garantias para isso. Tem residência fixa, trabalha em duas faculdades e não tem intenção de fugir”, disse Habib.

Ainda segundo o advogado, Roberto Filho negou ter sido responsável pelo acidente. ” Vamos pedir imagens das câmeras da polícia que têm no local, além de perícia nos radares da avenida para comprovar a velocidade em que estava. Lamentamos profundamente, o acidente foi uma fatalidade”, completou Habib.

Roberto Filho foi autuado em flagrante, com sinais de embriaguez, por policiais da 35ª Companhia Independente da Polícia Militlar (CIPM) e encaminhado para a Polinter. O seu carro colidiu com o do publicitário em um cruzamento da Av. ACM, no Itaigara.
A médica Luciana Tavares Lucetti, de 34 anos, que estava com o publicitário no carro no momento do acidente, ficou ferida e permanece internada em coma no Hospital São Rafael.

Fonte: A Tarde

Advogado foi solto após quatro dias preso
Advogado foi solto após quatro dias preso