Ataque contra colégio no Paquistão deixa 126 mortos

Pelo menos 126 pessoas morreram, a maioria criança, e 80 ficaram feridas em um ataque taleban contra um colégio administrado pelo Exército na cidade de Peshawar, no noroeste do Paquistão, informou um porta-voz do governo provincial.

Abdul Emanam, porta-voz da Província de Khyber Pakhtunkhwa, disse que 121 crianças morreram.

7r9o2ohbzc_104agewp1m_file

O ataque começou quando dez insurgentes vestidos com uniformes do Exército entraram na escola, abriram fogo e lançaram granadas contra alunos e professores, disse o porta-voz da polícia de Peshawar, Seid Wali.

O diretor-geral do ISPR (Escritório de Relações Públicas do Exército), Asim Bajwal, disse em sua conta no Twitter que até o momento “cinco terroristas” foram mortos na operação de resgate e que apenas um bloco do edifício escolar ainda precisa ser vistoriado.

Apesar da maioria dos estudantes e dos professores tere sido evacuada do colégio, o policial Imtiaz Ahmed Bacha disse à Agência Efe que algumas crianças ainda estão sob poder dos talebans.

O principal grupo taleban paquistanês, TTP (Tehrik-e-Taleban Pakistan), reivindicou a autoria do ataque: “Para o exército nossas famílias são objetivos” das operações militares lançadas contra os insurgentes nas zonas tribais de Waziristão do Norte e Khyber, justificou a organização.

O Exército paquistanês efetua uma campanha desde junho contra enclaves insurgentes nas regiões de Waziristão e Kyhber, com contínuos bombardeios e operações terrestres que, de acordo com fontes oficiais, causaram mais de mil mortos.

O ataque de hoje é um dos piores dos últimos anos no país asiático. No início de novembro, um atentado deixou 57 mortos e 112 feridos em um posto fronteiriço.

Fonte: R7