Bandidos se entregam e liberam gerente de joalheria em Riachão do Jacuípe

Após quase sete horas mantidos reféns, a gerente de uma joalheria, Leila Regina, seu marido Ivan Fonseca e a filha do casal de 10 anos, foram liberados pelos bandidos, em Riachão do Jacuípe, a 197km de Salvador. Segundo informações, os ladrões se entregaram após negociações com a polícia.

RTEmagicC_riachaodojacuipe.jpg

O cárcere privado começou por volta das 3h30 desta quarta-feira (18), quando Leila, que está grávida, teve sua casa invadida por quatro homens que fizeram refém a sua família.

Um dos suspeitos ficou na casa armado, enquanto o restante do bando seguia para a Joalheira Mascarenhas, que fica na Rua Aurélio Mascarenhas, no centro da cidade, obrigando Leila abrir o cofre. Entretanto, a Polícia Militar tomou conhecimento do crime e cercou os dois locais.

650x375_joalheria-mascarenhas-riachao-do-jacuipe_1502798

Toda a área comercial precisou ser isolada e, por conta disso, o comércio do centro da cidade foi fechado. Segundo a polícia, o proprietário da joalheria não mora na cidade, mas já foi informado da situação.

Para liberar os reféns, os bandidos exigiram a presença da imprensa e de familiares no local.

Por volta das 8h30, o suspeito que estava mantendo o marido e a filha de Leila reféns dentro de casa, se entregou à polícia. E horas depois, os bandidos liberaram a gerente. Ninguém ficou ferido.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole