Carro de jogador do Bahia é apedrejado e caso vai parar na delegacia

Após Maxi Biancucchi ter sido alvo de criminosos travestidos de “torcedores” do Bahia, foi a vez do zagueiro Titi ter o carro apedrejado por homens, logo após sair do centro de treinamento do clube, no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas.

O caso foi parar na delegacia da região onde o crime aconteceu. De acordo com o próprio jogador, ele começou a ser perseguido quando deixou o Fazendão.

Titi foi até a delegacia para registrar queixa (Foto: Divulgação/EC Bahia)
Titi foi até a delegacia para registrar queixa (Foto: Divulgação/EC Bahia)

“Titi percebeu que estava sendo seguido por dois homens em uma moto. Ele iniciou uma fuga, chegou a imaginar que estava livre, mas foi surpreendido em Vilas do Atlântico, quando os marginais atiraram uma pedra no carro. Quase ele foi atingido”, explicou o delegado da 23º DT, que fica na área onde o crime aconteceu.

Titi registrou queixa na unidade e deixou o local escoltado por seguranças do clube. O Bahia ainda não se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido.

Fonte: Varela Notícias