Equipe de paratletas camaçariense retorna de competição com mais cinco medalhas na bagagem

Com mais cinco medalhas na bagagem, conquistados durante o 33º Congresso Brasileiro da Raça Quarto de Milha, a equipe de paratletas do Centro de Equoterapia Nosso Lar trouxe para o município duas medalhas referentes ao 1º lugar, uma ao 2º, uma ao 3º, e uma ao 6º na modalidade paratambor. Com essas conquistas, eles estão classificados para o Congresso Brasileiro e Copa dos Campeões da ABQM 2024, que será realizada no mês de outubro. A equipe recebe apoio da Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv).

A técnica da equipe Zulmira Sena, que é médica veterinária e fundadora do Centro de Equoterapia Nosso Lar, ficou entusiasmada com o resultado. “Eu agradeço a Prefeitura de Camaçari por ter nos proporcionado participar desta competição. Nosso município foi muito bem representado pelos nossos quatro paratletas. Estou muito feliz, e todos eles estão de parabéns”.

A competição aconteceu domingo (21/4), na cidade de Araçatuba, em São Paulo, e a equipe de Camaçari foi a única representante do Nordeste. O 33º Congresso Brasileiro da Raça Quarto de Milha foi organizado pela Associação Brasileira do Quarto de Milha (ABQM) e recebeu paratletas de sete estados brasileiros, como Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.

Com 100% de aproveitamento, a equipe de paratletas do Centro de Equoterapia Nosso Lar é pioneira na região Nordeste, e na Bahia, e pelo segundo ano vem colecionando títulos nacionais, como os de 1º e 5º lugar, em 2023, no 46º Campeonato Nacional do Quarto de Milha, da ABQM, na modalidade paratambor.

Confira abaixo a lista e as colocações na modalidade paratambor da equipe de Camaçari:

Moisés Santos Souza (lesão medular alta) – 1º lugar
Suzi Lara de Almeida Conceição (transtorno do espectro autista) – 1º lugar
Rita de Cássia Muniz Simões (acidente vascular cerebral) – 2º lugar
Auricia Bianca Schramm da Costa (transtorno do espectro autista) – 3º lugar
Ana Laura Vieira Ferreira (deficiente visual) – 6º lugar