Professores da rede municipal protestam no centro de Camaçari

Cerca de 300 professores da rede pública municipal de Camaçari realizaram na manhã desta quinta-feira (5), uma manifestação pelas principais ruas do centro da cidade.

10979440_641647979295322_800035475_n
Fotos: Everaldo Lins
10947486_641648225961964_1210330437_n
Com faixas e apitos, professores saíram para protestar

No início desta semana, os docentes já haviam realizado dois protestos, um na Prefeitura Municipal e o outro em frente à Cidade do Saber. Não havendo avanço nas negociações, nesta manhã, o Sispec (Sindicato dos Professores da Rede Pública de Camaçari) realizou uma assembleia e logo após, os docentes saíram com faixas e apitos, gritando em uma só voz “Professor na rua, a luta continua”. Eles protestaram contra o não cumprimento por parte da Administração Municipal dos acordos assinados na Ata de Negociação de 2014.

“Estamos protestando também contra a falta de estrutura nos nossos colégios, não temos material, nem livro didático, o que afeta na qualidade da educação”, disse a professora Nadia Freitas.

Entre as reivindicações, estão: Resposta ao PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração); cumprimento do Projeto de Lei Gratificação por qualificação, que prevê gratificações aos professores que participarem de cursos de qualificação e aperfeiçoamento; repasse do Imposto Sindical; pagamento de 1/3 de férias; falta de merenda escolar; escolas sem manutenção estrutural; falta de livro didático; transporte escolar digno e segurança escolar.

Nesta quinta-feira, segundo a diretora sindical, Diana Cavalcante, não haverá aula na rede municipal de ensino. As atividades voltarão ao normal nesta sexta-feira (6). “No dia 24, voltaremos a paralisar, caso não haja avanço nas negociações”, completou.

Texto: Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole